MAIDI DALRI – curadora digital para o desenvolvimento de pessoas - Impact Hub Floripa
MAIDI DALRI – curadora digital para o desenvolvimento de pessoas
8 junho 2018 - Eduardo Cardillo

Uma mulher com foco na educação inovadora.

E completamente norteada por dados e evidências.

 

Essa é a Maidi Dalri, membro pioneira Impact Hub Pedra Branca como coworker.

Nos cinco primeiros minutos de conversa com ela vc chega à conclusão de que parece mineira, apesar de ser gaúcha do município Três de Maio. Chega de mansinho, na dela, e quando vê, tem um mulherão ali.

Chegou do sul para a grande Floripa em 2016 com vários projetos e habilidades. Dentre eles, era uma dos 45 professores do Brasil com a habilitação de especialista no Google Teacher Academy. O primeiro workshop por aqui abordou soluções digitais para educadores e sabe onde aconteceu? Numa das salas de treinamento do Impact Hub Primavera. YEAH!

Sabe quando aparece um tema que a região quer demais?

Esse workshop de 2 dias de duração caiu como uma luva para professores que entendem que a sala de aula mudou e a busca por encontros significativos tem tudo a ver com o nosso momento.

Prova dessa mudança de visão sobre a sala de aula foi o dia em que a Maidi foi ‘aluna’ do seu filho Gabriel – quando ele tinha 8 anos, hoje tem 10. Ele criou uma experiência de sala de aula para ela completamente organizada, inusitada e digital. Teve lápis de cor e papel sim, assim como o uso do Youtube para transmissão do conhecimento, do Camtasia para edição de vídeos, de celulares e de uma pergunta importante para finalizar a aula: o que você aprendeu hoje? Desse momento família especial, resultou um post no blog Educação em Rede contando a experiência e trazendo à reflexão sobre o que a criançada já vive e quer.

Em contrapartida ao que os alunos querem, a Maidi fez uma analogia sobre o papel do professor e o casamento arranjado no seu vídeo do TEDx. Os professores ainda têm um mindset de sala de aula tradicional, one way – o conhecimento do professor é transmitido aos alunos e pronto.

Com a proposta da educação personalizada, podemos ter uma experiência diferente da que conhecemos, com a identificação do perfil dos pupilos, assim como a conscientização de que o professor pode atuar como um problematizador do conhecimento e o aluno o protagonista do conhecimento, de forma que desenvolvam suas habilidades de pesquisa e busca de soluções.
Ocorre que, para atingirmos uma sala de aula diferenciada, precisamos capacitar os professores a pensar diferente, a buscar o que de fato importa para cada aluno. E essa busca por uma educação mais significativa envolve resgatar a paixão pela área. Maidi entende que “precisamos fazer os professores redescobrirem o prazer de aprender para se reapaixonarem pela educação”. É com esse intuito que ela trabalha em seus diferentes projetos de educação e inovação.

Para organizar seus cursos e workshops, ela primeiro avalia o grupo, seus propósitos, para então definir como será realizado o trabalho usando design thinking, metodologias ativas, ensino híbrido e educação personalizada.

Quem participou de muitos destes encontros para repensar a educação foi a Mariah Nascimento, que também é nossa membro no Impact Hub Pedra Branca. Ela conhece a Maidi há um tempão. Já fizeram cursos juntas. A Maidi foi a pessoa que implementou o Google Education na faculdade dirigida pela Mariah na época.

Ambas têm uma conexão profunda com a educação. E essa ligação entre as duas possibilitou que a Mariah reconhecesse na Maidi uma mulher inspiradora como profissional e mãe.

E quando ela fala de inspiração como mãe, tem tudo a ver com o fato da Maidi inserir seus dois filhos no contexto da vida real dela, ou seja, eles são impactados por iniciativas e ambientes educacionais inovadores desde sempre. O Gabriel já deu até palestra sobre a Khan Academy para 600 pessoas e o Carlos Eduardo, que tem 21 anos, também ia nos cursos da mãe para ensinar o uso de ferramentas digitais – inclusive para o aprendizado de idiomas.

 

 

O fruto nunca cai longe do pé, né?

Além do novo enfoque educacional, as metodologias ativas que a Maidi aplica in company têm a capacidade de gerar mais velocidade para as instituições com o uso de recursos digitais. Na TopSer, sua empresa, o propósito é desenvolver as habilidades individuais e em equipe através do empoderamento colaborativo com o uso de recursos digitais.

Um dos seus trabalhos mais recentes foi facilitar o encontro dos gestores dos Núcleos de Inovação de SC, com a criação de redes de conexão entre os membros de todas as unidades do estado a fim de realmente desenvolver pólos de inovação nas suas regiões. Dá uma olhada aqui

E tudo isso ela consegue desenvolver por aqui, no nosso coworking Impact Hub Pedra Branca <3

Com a mente tão aberta, consegue identificar “a possibilidade de fazer conexões e a energia positiva que o espaço coworking transmite. Mesmo nos momentos quando você precisa trabalhar sozinha ou concentrada, aqui você se sente bem, e sabe que pode contar com pessoas que estão próximas a você que podem te ajudar”.

É uma honra pra todos nós termos a Maidi como nosso membro, sempre por aqui, ativa e com muito conhecimento pra compartilhar.

 

“Somos todos eternos aprendizes, só precisamos descobrir o que nos move a aprender.”

DALRI, Maidi